Treze dos 38 deputados eleitos pelo MpD suspendem mandatos para integrarem o Governo

Treze dos 38 deputados eleitos pelo MpD suspendem mandatos para integrarem o Governo

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

Treze dos 38 deputados eleitos pelo Movimento para Democracia (MpD) nas legislativas de 18 de Abril suspenderam esta quarta-feira os mandatos para a X Legislatura nos termos regulamentares, para integrarem o novo Governo.

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, lidera a lista dos parlamentares com mandatos suspensos, ao qual seguem nomes como Olavo Correia, Fernando Elísio Freire, Filomena Gonçalves, Janine Lélis, Paulo Rocha, Joana Rosa, Edna Oliveira, Paulo Veiga, Jorge Santos, Gilberto Silva, Abraão Vicente e Carlos Jorge Santos.

O pedido de suspensão, aprovado pela nova mesa da Assembleia Nacional, abre espaços para a entrada de outros 13 deputados que, entretanto, não sendo eleitos a 18 de Abril, nas últimas legislativas, avançam para o Parlamento para ocupar as vagas deixadas pelos futuros governantes, cuja tomada de posse está agendada para esta quinta-feira.

Da lista dos deputados com mandatos suspensos, Ulisses Coreia e Silva vai assumir a chefia do Executivo, Olavo Correia o posto do vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Fomento Empresarial e Economia Digital, Fernando Elísio Freire do Ministro de Estado, da Família e Desenvolvimento Social, Janine Lélis da ministra de Estado, da Defesa e ministra da Coesão Territorial.

Jorge Santos, presidente cessante da Assembleia nacional, entra no Governo como ministro das Comunidades, Joana Rosa estreia-se como ministra da Justiça, Paulo Rocha continua com a tutela da Administração Interna, Édna Oliveira é a nova ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública.

Filomena Gonçalves também estreia-se no Executivo, como ministra da Presidência do Conselho de Ministros e Assuntos Parlamentares, Abraão Vicente permanece como ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, assim como Carlos Santos à frente do Ministério do Turismo e dos Transportes.

Gilberto Silva mantêm-se como ministro de Agricultura e Ambiente, bem como , Paulo Veiga como ministro do Mar.

 

FONTE: Inforpress

Opinião