Santo Antão: Embarcação naufraga a 9 milhas do Monte Trigo 

Santo Antão: Embarcação naufraga a 9 milhas do Monte Trigo 

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

Uma embarcação de boca aberta naufragou, esta sexta-feira, na costa Norte, a nove milhas do Monte Trigo, em Santo Antão, com três ocupantes, um dos quais encontra-se ainda desaparecido.

O bote naufragou durante a faina pesqueira entre às 08:00 e 09:00, desta sexta-feira, com os três pescadores, um dos quais, que responde pelo nome de Estanislau Miranda, não conseguiu salvar-se, encontrando-se desaparecido.

Estanislau Miranda, de 45 anos de idade, é da comunidade piscatória do Monte Trigo.

O representante da autoridade marítima no Tarrafal de Monte Trigo, Simão Évora, avançou que as buscas estão a ser efectuada através de um dos navios da Guarda Costeira e de uma embarcação agro-industrial do Monte Trigo.

Simão Évora admitiu que o mar revolto está na origem do naufrágio do bote, propriedade de Admiro Rocha, natural de Figueiras, que, conjuntamente com Daniel Santos, conseguiu escapar-se ao naufrágio.

Atendendo as condições do estado do tempo no arquipélago, o Instituto Marítimo e Portuário tem mantido, nos últimos dias, a interdição de saída para o mar de botes e pequenas embarcações de boca aberta.

A Autoridade Marítima tem estado a alertar aos armadores, proprietários e pescadores, que, “por razões de segurança” está interdita a saída para o mar das embarcações de pesca local, botes e pequenas embarcações.

 

Opinião

Fechar