Responsável do sector municipal da Protecção Civil apela à serenidade e cumprimento das recomendações

Responsável do sector municipal da Protecção Civil apela à serenidade e cumprimento das recomendações

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

O responsável pelo sector municipal da Protecção Civil e Bombeiros da ilha Brava, António Lopes, pediu hoje à população bravense que não entre em pânico e cumpra com as recomendações do SNPCCV nesta época das chuvas.

Em declarações à Inforpress, este responsável avançou que desde que a equipa da ilha recebeu o alerta de previsão de chuva para os dias 03, 04 e 05 de Agosto, reuniram-se todos os membros para estipularem um plano de acção.

Daí, apontou que estarão no terreno durante 24 horas por dia para trabalharem juntos com a população, caso for necessário, aproveitando para pedir às pessoas que fiquem sempre em estado de alerta para tomarem as precauções necessárias por forma a evitar constrangimentos maiores.

“Estamos em estado de alerta e apelamos a toda a comunidade bravense no sentido de tomar este alerta como algo real, porque é normal chover ou não, tendo em conta que tudo é desígnio da natureza”, disse a mesma fonte, ressaltando que “mais vale estar preparado do que ser pego de surpresa”.

Neste momento, informou que já concluíram todo o processo de campanha de limpeza, desobstrução das vias onde podem ter drenagem de água, já falaram com as pessoas que fazem o serviço de extracção de inertes nas minas para prepararem os locais e para deixarem canais de drenagem de água, no sentido de eliminarem certas situações que podem ser previsíveis.

Questionado sobre algum contacto disponível 24 horas por dia para qualquer eventualidade, António Lopes avançou que neste momento o serviço municipal está a trabalhar juntamente uma empresa de telecomunicação para ter uma rede de telefone fixo, mas que enquanto isso não se efectivar podem ligar para o contacto do próprio responsável ou para alguns dos outros membros, e mesmo para a Delegacia de Saúde e Polícia Nacional na ilha.

Aproveitou para pedir aos bravenses que evitem situações de perigo ou qualquer acção que coloca em causa a saúde pública e que coloca em risco qualquer recurso pessoal ou social, levando em consideração sempre as recomendações feitas pelo Serviço Nacional da Protecção Civil (SNPC), no sentido de não causar grandes constrangimentos nesta época.

Opinião