Produtores do grogue pedem criação de delegação da IGAE no município

Produtores do grogue pedem criação de delegação da IGAE no município

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

Os produtores do grogue no Porto Novo, Santo Antão, pediram hoje a criação de uma delegação da Inspecção-geral das Actividades Económicas (IGAE) neste município, lembrando que existe um espaço para o efeito, cedido pela edilidade porto-novense.

Graciano Évora, produtor no Tarrafal de Monte Trigo, disse a Inforpress que é “absolutamente necessária” a criação da delegação da IGAE, para permitir a esta autoridade “fazer uma fiscalização mais apertada” da produção do grogue e de outras actividades económicas, neste concelho.

“É uma coisa muito necessária, que já devia estar criada em nome da qualidade do grogue”, notou este produtor da aguardente no Tarrafal de Monte Trigo.

Também o produtor Arlindo Almeida, na Ribeira das Patas, entende que a criação da delegação da IGAE no Porto Novo “seria muito bom”, já que permitiria “um controle rigoroso” da produção do grogue, impedindo, assim, a utilização de substâncias estranhas e nocivas à saúde das pessoas, na produção da aguardente.

Na Ribeira da Cruz, outro vale produtor do grogue neste município, os produtores insistem na criação da delegação da IGAE no Porto Novo, segundo o agricultor Edivaldo Neves.

Num encontro realizado, esta semana, na Ribeira Grande, com a IGAE e as câmaras municipais de Santo Antão, os produtores desta ilha queixaram-se da “deficiente fiscalização” por parte da IGAE.

Segundo o produtor António Carente Pires, com a aprovação da lei do grogue, em 2015, “houve melhoramento na produção e qualidade do grogue na ilha, mas, a partir de 2017,  “as coisas pioraram”, alertou.

“Estamos assistindo ao alastramento da aguardente de açúcar na ilha e podemos dizer que quase 90% das pessoas que têm trapiche ou motorizada produzem grogue de açúcar e em larga escala”, frisou.

No entender das câmaras municipais, a IGAE tem reforçado a sua presença em Santo Antão, mas há a necessidade da criação da delegação desta instituição, com vista a “uma presença efectiva” desta autoridade policial, nesta ilha.

A Câmara Municipal do Porto Novo disse ter disponibilizado um edifício para receber essa delegação.


Fatal error: Uncaught Error: Class 'Elementor\Scheme_Color' not found in /home/customer/www/santoantaonews.cv/public_html/wp-content/plugins/jet-blog/includes/addons/jet-blog-posts-navigation.php:208 Stack trace: #0 /home/customer/www/santoantaonews.cv/public_html/wp-content/plugins/elementor/includes/base/controls-stack.php(2280): Elementor\Jet_Blog_Posts_Navigation->_register_controls() #1 /home/customer/www/santoantaonews.cv/public_html/wp-content/plugins/elementor/includes/base/controls-stack.php(494): Elementor\Controls_Stack->init_controls() #2 /home/customer/www/santoantaonews.cv/public_html/wp-content/plugins/elementor/includes/base/widget-base.php(177): Elementor\Controls_Stack->get_stack() #3 /home/customer/www/santoantaonews.cv/public_html/wp-content/plugins/elementor/includes/base/controls-stack.php(300): Elementor\Widget_Base->get_stack() #4 /home/customer/www/santoantaonews.cv/public_html/wp-content/plugins/elementor/includes/base/controls-stack.php(2369): Elementor\Controls_Stack->get_controls() #5 /home/cu in /home/customer/www/santoantaonews.cv/public_html/wp-content/plugins/jet-blog/includes/addons/jet-blog-posts-navigation.php on line 208