Problemática de cães vadios está a  “abalar” pecuária em Santo Antão – autoridades  

Problemática de cães vadios está a  “abalar” pecuária em Santo Antão – autoridades  

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

A problemática dos cães vadios tem sido um dos principais desafios para os criadores de gados em Santo Antão e um factor que tem vindo a “abalar” a pecuária na ilha.

A conclusão é das autoridades santantonenses, que procuram, com os criadores, a forma de “atenuar” o problema dos cães vadios  em Santo Antão, que têm dizimado o gado caprino em toda a ilha.

No Porto Novo, onde a situação se coloca  com acuidade, os pastores já se reuniram com a câmara municipal, polícia e com os serviços do Ministério da Agricultura  e Ambiente (MAA) para a análise deste problema, que está a tirar o sono aos donos dos animais.

Os criadores dizem-se “desesperados” com essa situação e exortam as “autoridades competentes” a ajudarem a classe a se livrar desses cães abandonados, que estão “a dar cabo” do gado caprino, sobretudo, na parte baixa do Porto Novo e nas zonas altas de Santo Antão.

Desde Outubro, esses cães terão já matado “várias dezenas” de cabras, uma situação, que preocupa a Associação dos Criadores de Gado do Porto Novo, segundo a qual esses cães estão a constituir “uma séria ameaça” ao efectivo pecuário em Santo Antão.

O MAA reconhece, também, que está-se  perante “um problema muito sério”, prometendo   “trabalhar” com as câmaras municipais e com as associações de defesa dos animais para se encontrar uma solução ao problema.

Opinião

Fechar