Presidente da República destaca a capacidade de adaptação dos munícipes da Praia em tempos da pandemia

Presidente da República destaca a capacidade de adaptação dos munícipes da Praia em tempos da pandemia

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

O Presidente da Republica, Jorge Carlos Fonseca, destacou hoje a capacidade que os munícipes da capital do País tiveram e continua tendo para se adaptarem às adversidades e dificuldades provocadas pela pandemia da covid-19.

O chefe de Estado, na sua mensagem alusiva aos 163 anos da elevação do estatuto da Praia de vila para a vidade, que se celebra hoje, recordou que esta é a segunda vez que os praienses celebram esta efeméride numa situação de pandemia.

Por isso, Jorge Carlos Fonseca aproveitou, uma vez mais, para enaltecer a população que vem sabendo adaptar-se às exigências deste tempo “especial” e encontrar soluções, numa articulação com as medidas sanitárias que foram sendo aprovadas e aplicadas pelas autoridades.

Nesta mesma linha, destacou a realização das eleições autárquicas no País, que decorreram neste contexto pandémico e que na capital deram lugar à alternância democrática dos titulares dos seus órgãos municipais, Câmara e Assembleia.

“Apesar das contingências pudemos assistir à participação activa dos munícipes nestas eleições, na maior cidade do País, e a expressão desta vontade popular e prova de civismo”, verificou o chefe de Estado.

“Sabemos das responsabilidades que recaem sobre os seus dirigentes e de quem faz parte desta nossa pequena metrópole e da vasta área que ela ocupa, no contexto das nossas cidades”, disse Jorge Carlos Fonseca, reconhecendo “o peso” que a Cidade da Praia tem a nível nacional, que resulta numa busca permanente por soluções para problemas antigos e os novos que vão surgindo no dia a dia.

Segundo o Presidente da República, a concentração de várias estruturas médicas e sanitárias, hospitais, universidades, instituições públicas e privadas, de entre outros, também colocam pressão nesta urbe, que cresce todos os dias, nos vários sentidos.

Considerou que, por ser a Praia, onde “estão concentrados a maior parte dos recursos de Cabo Verde”, também é aqui que a “situação tende a complicar-se mais, a todos os níveis”, salientando que esta realidade “obriga” a um cuidado redobrado por parte das autoridades.

“Esta é a cidade que se transformou no ancoradouro de homens e mulheres de todas as ilhas e municípios. A busca por uma vida melhor faz chegar, permanentemente, novos habitantes, o que coloca novos desafios às autoridades”, ressaltou o chefe de Estado.

Por outro lado, afiançou Jorge Carlos Fonseca, é graças a essa diversidade populacional que a Praia hoje se mostra “robusta, cultural e activa”, e fez votos para que as próximas comemorações deste dia decorram já num clima de “normalidade” e que os praienses possam olhar para este período, “aliviados”, com a “esperança” e a “confiança” renovadas no olhar.

FONTE: Inforpress

Opinião