Presidenciais na Guiné-Bissau: Domingos Simões Pereira perspectiva vitória na segunda volta

Presidenciais na Guiné-Bissau: Domingos Simões Pereira perspectiva vitória na segunda volta

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

Domingos Simões Pereira suportado pelo Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) obteve 40.13% dos votos durante a primeira volta nas eleições Presidências na Guine Bissau. O candidato acredita na vitória nesta segunda volta.

Domingos Simões Pereira e Umaro Sissoco Embaló estão na corrida Presidencial e segundo as informações a contagem dos votos na primeira volta não deu vitória a nenhum dos candidatos pelo que vão disputar uma segunda volta.

A primeira volta nas eleições teve lugar no passado dia 24 de novembro onde os resultados colocavam Domingos Simões Pereira a frente tendo arrecadado maioria devastadora, mas mais de 70% dos votos.

Entretanto, Domingos Simões Pereira não tem dúvida de que será vencedor na segunda volta que acontece no dia 29 de dezembro.

Domingos Simões Pereira fez esta declaração política na sede dos libertadores, em Bissau, depois de o órgão gestor das eleições ter publicado os resultados eleitorais de último Domingo, afirmando que a sua candidatura “não tem outro caminho senão aceitar e respeitar resultados proclamados pela CNE”.

“Quando se participa num jogo democrático desta envergadura é preciso ser capaz de não só respeitar a escolha livre do povo, como também ficar satisfeito com o resultado da vontade popular conseguido na primeira volta”, disse o candidato.

Quanto ao adversário, Domingos Simões Pereira alertou não tolerará pronunciamento de divisão dentro da Guiné-Bissau, porque, o fator de divisão de nação guineense é tratado, para além da componente política, de forma judicial.

Opinião

Fechar