Morte do estudante cabo-verdiano: PJ portuguesa iniciou interrogatório a alguns suspeitos embora não houve ainda detenções

Morte do estudante cabo-verdiano: PJ portuguesa iniciou interrogatório a alguns suspeitos embora não houve ainda detenções

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

A Polícia Judiciária de Portugal procedeu à identificação de alguns suspeitos da morte do jovem estudante cabo-verdiano Giovani Rodrigues, morto na sequência de espancamento em Bragança, Portugal.

A informação foi avançada esta terça-feira, pela TVI24 que adiantou não haver ainda nenhuma detenção e que a Policia Judiciária deste país está a proceder a inquirições.

A identificação dos suspeitos foi possível graças as câmaras instaladas dentro do Bar onde terá iniciado a rixa. A mesma fonte adiantou que a polícia se encontra “fortemente empenhada na investigação”.

Na sequência da rixa contabilizou que 15 jovens terão participado da agressão que terá iniciado dentro de um Bar. Entretanto foi afastado a tese de ódio racial.

“O caso chegou às autoridades como um jovem alcoolizado caído na via pública e foram os bombeiros que detectaram um traumatismo craniano” adiantou a TVI24.

Ainda de acordo com a mesma fonte, a autópsia realizada ao corpo de Giovani foi inconclusiva, não esclarecendo se a morte foi provocada pelas agressões ou pela queda que sofreu depois quando caminhava no centro da cidade.

Opinião

Fechar