Itália mantém tendência decrescente no aumento de mortes e regista recorde diário de casos recuperados

Itália mantém tendência decrescente no aumento de mortes e regista recorde diário de casos recuperados

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

Na Itália continua a diminuir o aumento diário de mortes, ainda que esta quarta-feira tenha crescido em novos casos. Recuperados são já mais de 26 mil e pacientes em cuidados intensivos caem há quatro dias.

Itália mantém a tendência decrescente dos últimos dias no que toca ao aumento diário de vítimas mortais.

Conforme dados colhidos pelo Observador, até ontem, quarta feira registaram-se 542 novas mortes em território italiano, um aumento percentual de 3,2% que é inferior aos 3,7% da véspera. Ainda assim, os novos casos voltaram a subir ligeiramente (mais 2,8%, sendo que o número anterior ficava nos 2,3%), com o acréscimo bruto a ser de 3.836.

Em relação aos recuperados contam agora 26.491 a nível global, mais 2.099 do que esta terça-feira, um aumento diário recorde que representa uma subida de 8,6%. Em números totais, Itália já confirmou 139.422 casos de coronavírus — sendo que, e retirando recuperados e pessoas que acabaram por morrer, são 95.262 os atuais positivos.

Ainda de acordo com a mesma fonte, o número total de vítimas mortais desde o início da pandemia está agora nos 26.491. 28.485 pessoas estão hospitalizadas, sendo que 3.693 estão internadas em unidades de cuidados intensivos (um número que tem vindo a descer nos últimos três dias, caindo esta quarta-feira 2,6%). 63.084 pessoas estão a recuperar da Covid-19 em casa.

De referir que pelo menos cem médicos foram infectados pelo vírus e morreram em Itália. Trata-se de alguns profissionais reformados recrutados para ajudar os serviços de saúde. Segundo o Instituto Superior de Saúde, cerca de 10% das pessoas infectadas em Itália pertencem ao sector da saúde.

Opinião

Fechar