IGAE apreendeu até agora quase 6.000 litros solução de açúcar contaminada em Santo Antão

IGAE apreendeu até agora quase 6.000 litros solução de açúcar contaminada em Santo Antão

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

A Inspeção-geral das Actividades Económicas (IGAE) apreendeu, neste mês e meio de período de industrialização da aguardente no arquipélago, um total de 5.600 litros de solução de açúcar mais racalda na ilha de Santo Antão.

O produto ilegal que deveria ser utilizada na produção da aguardente foi apreendido no âmbito das ações de fiscalização conjuntas da IGAE, Polícia Nacional e câmaras municipais, em curso desde Janeiro, altura em que se iniciou o período de industrialização do grogue, em Cabo Verde.

Uma nota publicada pela IGAE, a que SAN teve  acesso, não específica quais os sítios onde foi apreendida essa quantidade de solução de açúcar mais racalda, devido à contaminação.

No quadro das ações de fiscalização, a IGAE já desmantelou, em Achada Limpo, em Santiago, uma unidade ilegal de produção de aguardente (comercializado como grogue) que “atenta contra a saúde pública”.

Na sequência das intervenções, foram encontradas cerca de 5.000 litros de solução de açúcar mais racalda mais água em fermentação.

Segundo a IGAE, todo esse volume foi destruído, incorrendo os seus responsáveis a uma penalização que poderá atingir os três milhões de escudos.

A IGAE informou ainda que já apreendeu e destruiu 7. 800 litros de solução de açúcar mais racalda mais água em Ribeira Grande de Santiago e 5.600 litros na ilha de Santo Antão por causa da contaminação.

Opinião

Fechar