Guiné-Bissau: CEDEAO dá 48 horas ao Governo de Faustino Imbali para se demitir

Guiné-Bissau: CEDEAO dá 48 horas ao Governo de Faustino Imbali para se demitir

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

A Comunidade Económica de Estados da África Ocidental (CEDEAO) deu ontem um prazo de 48 horas aos membros do Governo guineense do primeiro-ministro Faustino Imbali para se demitirem, caso contrário sofrerão “sanções pesadas”.

O representante da organização em Bissau, Blaise Dipló transmitiu a advertência, através de um comunicado por si lido na representação da CEDEAO em Bissau, sem que os jornalistas tivessem direito a colocar perguntas.

“A CEDEAO lança um último apelo solene a todos os que, de forma abusiva, integram o Governo ilegal de Faustino Imbali para que se demitam e se distanciem de qualquer iniciativa que possa comprometer o processo das eleições presidenciais, confiado às instituições legais” da Guiné-Bissau, advertiu Blaise Dipló.

 

Opinião

Fechar