Fábrica de queijo do Porto Novo está ser “um pesadelo” para as famílias que vivem nas suas proximidades 

Fábrica de queijo do Porto Novo está ser “um pesadelo” para as famílias que vivem nas suas proximidades 

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

A fábrica de queijo do Porto Novo está ser “um autêntico pesadelo” para as famílias que vivem nas proximidades desta unidade, que clamam pelo seu encerramento ou transferência para um outro sítio.  

Tudo por causa do fumo expelido pela chaminé dessa fábrica, que, segundo os moradores, tem estado a afectar a saúde das pessoas.

Governo e os proprietários têm acordo para deslocalização da fábrica para zona de Lajedos, no interior do concelho, mas a demora na concretização dessa medida está a preocupar as pessoas que vivem nas imediações dessa empresa, que fica em Branquinho, uma zona residencial da cidade do Porto Novo.

Os moradores dizem-se “ansiosos” pela transferência da fábrica para as instalações do antigo centro pecuário de Lajedos, conforme um acordo assinado, há mais de sete meses, entre o Governo e os proprietários.

Os moradores chegaram a intentar uma acção judicial contra a direcção da fábrica do queijo, exigindo o encerramento dessa infra-estrutura, já com mais de duas secadas de existência.

Essa unidade, além do queijo, produz ainda charcutarias e carne defumado.

Opinião

Fechar