Dez famílias recebem parcelas agrícolas no quadro do projecto sobre agricultura urbana

Dez famílias recebem parcelas agrícolas no quadro do projecto sobre agricultura urbana

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

Dez famílias na cidade do Porto Novo, Santo Antão, recebem hoje, em definitivo, as suas parcelas agrícolas, que têm vindo a explorar no quadro do projecto sobre agricultura urbana no município.

O delegadoo Ministério da Agricultura e Ambiente, Joel Barros, confirmou à Inforpress que se trata de mais um grupo de dez famílias em Chã de Galinheira, que passa a partir desta sexta-feira a dispor, em definitivo, das suas parcelas, elevando para 30 o número de agregados familiares já abrangidos por este projecto, nessa zona periférica da cidade do Porto Novo.

Ao todo, foram implementados, desde 2018, três perímetros agrícolas na cidade do Porto Novo no âmbito do projecto sobre agricultura urbana, beneficiando 50 famílias, que já produzem para consumo e mercado.

O projecto é implementado pelo Governo, através do Ministério da Agricultura, e pela Câmara Municipal do Porto Novo, que já disponibilizou, para efeito, cerca oito hectares de terrenos.

Porto Novo está em vias de receber mais uma experiência no âmbito do projecto, que se vai desenvolver na Ribeira de Tortolho, nos arreadores desta urbe, abarcando famílias consideradas pobres.

Na Ribeira de Tortolho já existe um furo equipado com painéis solares, que, para já, está a beneficiar os criadores de gado, mas a água disponibilizada vai permitir o incremento de mais uma experiência ligada à agricultura urbana.

Opinião