Covid  19/ São Vicente: Autoridades sanitárias desconhecem por agora a fonte da infecção

Covid  19/ São Vicente: Autoridades sanitárias desconhecem por agora a fonte da infecção

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

As autoridades sanitárias estão no terreno a investigar a fonte de infecção do caso confirmado em São Vicente, uma vez que a doente de nacionalidade chinesa não tem histórico de viagem nos últimos tempos. Segundo o Ministro da Saúde Arlindo do Rosário, caso a fonte da infecção não vier a ser identificada a ilha poderá estar numa situação de infecção comunitária.

O caso da infecção por coronavírus diagnosticado em São Vicente já está a seguir os procedimentos de investigação para descobrir a fonte da infecção, garantiu o Ministro da Saúde Arlindo do Rosário em conferência de imprensa nesta manhã de sábado, 04.

Arlindo do Rosário explicou que a cidadã de nacionalidade chinesa de 56 anos, residente em São Vicente juntamente com o marido há cerca de cinco anos,  não têm nenhum histórico de viagem para fora do país nos últimos tempos. Porém tem uma filha que esteve na Alemanha e que regressou a Cabo Verde no dia 27 de Fevereiro e nem a filha nem o marido apresentaram nos últimos tempos nenhum sintoma de infecção respiratória.

Arlindo do Rosário avança que vão seguir com a investigação epidemiológica no sentido de encontrar a fonte da infecção, caso não seja encontrada será enquadrada como situação de transmissão comunitária.

Segundo o ministro a paciente começou a ter sintomas como calafrios, dores no corpo e tosse no dia 18 de Março, auto se medicou em casa e entretanto não se sentiu melhor procurou uma clínica privada onde foi diagnosticada como uma pneumonia, foi medicada para tratamento domiciliar. Devido ao agravamento do quadro no dia 27 de Março a doente deu entrada no Hospital Baptista de Sousa onde ficou internada em isolamento com diagnóstico de uma pneumonia extensa e enquadrada como caso suspeito.

O responsável pela pasta da saúde assegura que desde do primeiro momento foi tomado todos os procedimentos e precauções. Quanto ao estado clínico da paciente esta está “melhor” e a evoluir “muito bem”.

O Ministério da Saúde adianta que no momento não se conhece a fonte da infecção uma vez que a doente não viajou nos últimos tempos, entretanto as investigações já estão em curso no sentido de conhecer as pessoas com quem a paciente teve contacto. O marido e a filha embora não apresentam nenhum sintoma, o ministro da saúde garante que vão ser submetidos a testes de despistes.

Cabo Verde conta neste momento com um total de sete casos de infecção por novo coronavírus, sendo quatro na ilha da Boa Vista, dois na cidade da Praia e um na ilha de São Vicente.

Opinião

Fechar