Covid 19: “Fim do estado de emergência não significa fim do vírus- PM

Covid 19: “Fim do estado de emergência não significa fim do vírus- PM

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

O Primeiro-Ministro Ulisses Correia e Silva anunciou nesta manhã de sexta-feira,29, medidas de descofinamento iniciando o seu discurso alertando a população para maior responsabilidade e cumprimento das orientações sanitárias considerando que “o fim do estado de emergência não significa fim do vírus”, mas sim menos restrições que representam mais riscos.

Apesar de ainda registar alguns casos de infecção por covid 19, a ilha de Santiago, termina hoje o período do estado de emergência. O Primeiro-Ministro alerta que a disciplina e o cumprimento de regras vão continuar a ser necessário para continuar conviver com o vírus com menor risco possível.

Ulisses Correia e Silva advertiu durante o seu discurso que o fim de estado de emergência representa “mais liberdade e ao mesmo tempo mais responsabilidade de cada cidadão no cumprimento de normas e regras que continuaram a ser exigidas e que contribuem para reduzir a infecção o contágio e a propagação do virus”.

Algumas restrições deverão manter se na ilha de Santiago e particularmente a cidade da Praia devido ao registo de ocorrências de casos positivos de Covid 19. Umas das restrições são a interdição dos transportes aéreos e marítimos de passageiros com origem e destino em Santiago, bem como a interdição da frequência e acesso as praias balneares e a interdição de funcionamento de bares.

O levantamento das restrições previstas no plano de desconfinamento tem um calendarização diferente para Santiago quando comparado com as outras ilhas.

Serão continuadas as acções em cursos nos diversos bairros como a massificarão da realização de testes rápidos e laboratoriais, o reforço da fiscalização e da comunicação sensibilização comunitária.

O Governo aprovou um plano de desconfinamento que levanta restrições propostas pelo estado de calamidade de uma forma programada e calendarizada.

As restrições relacionadas com os horários de funcionamento de restaurantes que afixado até as 21 horas, são levantadas a partir do dia 01 de Junho em todo o território nacional.

Relativamente as ligações aéreas, estas serão retomadas a partir do dia 30 de Junho incluído Santiago. As ligações marítimas para o transporte de passageiros com origem na Boa Vista serão retomadas no dia 01 de Junho. As ligações marítimas para o transporte de passageiros com origem e destino em Santiago serão retomadas a partir do dia 30 de Junho.

E relação aos eventos culturais e desportivos como festivais festas e jogos nas diversas modalidades, estas serão retomadas a partir do dia 31 de Outubro.

O Primeiro-ministro realçou ainda que um quadro de incentivos está a ser criados para apoiar as empresas e outras organizações privadas no esforço da adaptação da sua actividade.

Recordou ainda o PM que a linha de informação gratuita 8001112 destinada a prestação de informação e assistência aos cidadãos sobre a covid 19 vai manter se em funcionamento e deverá continuar a ser usada em caso de necessidade.

Ulisses Correia e Silva anunciou ainda a o inicio da próxima semana o Governo aprovará uma resolução a criação de uma plataforma digital de rastreio de casos positivos de covid 19 que irá funcionar em telemóveis smart fone como um importante instrumento quer da participação cidadã e solidária no combate a covid 19 quer no aumento da qualidade de segurança sanitária de Cabo Verde.

Opinião

Fechar