Corpo de Giovani Rodrigues segue esta tarde para sua ilha natal,Fogo

Corpo de Giovani Rodrigues segue esta tarde para sua ilha natal,Fogo

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

O resto mortal do jovem estudante Giovani Rodrigues morto por espancamento em Portugal encontra-se em camara Ardente em Lém Ferreira na Casa Fúnebre Txibita na cidade da Praia. As quatro horas desta tarde o corpo deverá seguir para a ilha do Fogo, sua ilha natal onde deverá ser sepultado.

O corpo de Giovani Rodrigues, de 21 anos, foi liberado pelo Instituto de Medicina Legal de Portugal, e transladado para Cabo Verde, encontrando-se em camara ardente em Lém Ferreira na Casa Fúnebre Txibita na cidade da Praia, onde também pode receber visita dos praienses.

O corpo seguirá para Mosteiros na ilha do Fogo ainda nesta tarde de onde o jovem é natural.

O estudante cabo-verdiano do Instituto Politécnico de Bragança (IPB) Giovani Rodrigues, de 21 anos e natural dos Mosteiros na ilha do Fogo, terá sido agredido por vários homens à saída de uma discoteca em Bragança, Portugal.

Após ter sido encontrado inanimado no chão, o jovem foi transportado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos tendo acabo por falecer no dia 31 de Dezembro de 2019 em Portugal.

Giovani deslocou a Portugal para prosseguir estudos, mas acabou por ter um fim trágico, deixando a sociedade cabo-verdiana consternada. Entretanto a Polícia Judiciária (PJ) de Portugal afasta a suspeita de que a morte do estudante do Instituto Politécnico de Bragança Giovani Rodrigues esteja associada a ódio racial, afirmando que o motivo da agressão foi uma futilidade.

O episódio “violento” que vitimou o estudante de 21 anos em Portugal mereceu destaque em vários órgãos de comunicação social internacional e nacional, para além de uma marcha protesto exigindo justiça em diferentes países.

Opinião

Fechar