Comunidade de Pascoal Alves reivindica intervenções nos caminhos de acesso

Comunidade de Pascoal Alves reivindica intervenções nos caminhos de acesso

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

As más condições em que se encontram os caminhos de acesso em Pascoal Alves, comunidade encravada no interior do concelho do Porto Novo, em Santo Antão, estão a inquietar os moradores.

As autoridades locais reconhecem que, de facto, os caminhos de acesso a Pascoal Alves estão a precisar de obras de recuperação, tendo decidido intervir no caminho de acesso ao poço, na parte literal, que é muito utilizado pelos criadores de gado.

Além de intervenções nesse caminho, o representante da Câmara do Porto Novo no local, Manuel Lima, disse que a edilidade vai, também, recuperar o poço, que está danificado desde as chuvas do ano passado.

Os habitantes de Pascoal Alves defendem ainda “urgência” na melhoria do caminho que liga Chã de Dura a essa zona, que está “intransitável”.

A Associação Comunitária de Pascoal tem estado a pedir a construção de um ramal de estrada para esse povoado, que está em processo de despovoamento por causa do isolamento.

O presidente desta associação, Eliseu Santos, entende que Pascoal Alves, por ser uma das zonas mais encravadas deste concelho, merece também uma estrada de acesso, dadas as potencialidades que possui a nível da pecuária e agricultura de sequeiro.

O plano estratégico de desenvolvimento sustentável do município do Porto Novo para o horizonte 2020 – 2030, prevê a construção de um pacote de estradas de desencravamento, quais sejam, para Chã de Norte, Ribeira Fria, Ribeira dos Bodes, Planalto Norte e para Lagoa da Ribeira das Patas.

Fonte: Inforpress

Opinião