China/Coronavírus: Luís Filipe Tavares descarta hipótese de evacuar os estudantes cabo-verdianos na China

China/Coronavírus: Luís Filipe Tavares descarta hipótese de evacuar os estudantes cabo-verdianos na China

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

Em conferência de imprensa esta quarta-feira, 29, o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Luís Filipe Tavares avançou aos jornalista na cidade da Praia que no momento não há hipótese de evacuação dos 13 estudantes cabo-verdianos que se encontram a estudar em Wuhan, China. O Governo garantiu estar a avaliar todos os cenários, face a propagação do Coronavírus que já matou 132 pessoas naquele país.

O Ministério dos Negócios Estrageiros garantiu que têm estado em contacto permanente com os estudantes cabo-verdianos na cidade de Wuhan que se mostraram estar tranquilos, de saúde e a respeitar as medidas sanitárias aconselhadas pelas autoridades chinesas.

Para tranquilizar, Luís Filipe Tavares, acrescenta que apesar da situação preocupante, não há motivos para pânicos para os estudantes nem para os familiares.

Luís Filipe Tavares assegurou que estão em contacto com vários parceiros, países amigos de Cabo Verde que têm uma parceria especial com a União Europeia, adiantando que no momento efetuar evacuações ou não, neste caso não se coloca.

“Temos que trabalhar com todos os países da EU na eventualidade de vir a precisar de alguma parceria para algo em concreto”, adiantou o Ministro que afirmando que a situação está em análise em função daquilo que forem os resultados nas próximas horas.

O Governo voltará a reunir a reunir para analisar e avaliar com serenidade e tomar decisões.

Luís Filipe Tavares disse que essa medida contraria frontalmente as directivas das autoridades da República Popular da China e da Organização Mundial da Saúde (OMS), visando conter a disseminação dos vírus e encerrar elementos de complexidade e riscos, mas o Governo de Cabo Vede entende que não deve expor os seus cidadãos.

Porém sabe-se que já foi criada uma equipa operacional que vai prosseguir a articulação com a Embaixada de Cabo Verde em Pequim, os estudantes, familiares e as autoridades chinesas de modo a assegurar todo o apoio aos estudantes que se encontram na China.

Opinião

Fechar