Bombeiros voluntários reiteram necessidade de uma ambulância para corporação

Bombeiros voluntários reiteram necessidade de uma ambulância para corporação

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

O Corpo dos Bombeiros Voluntários do município do Porto Novo, na ilha de Santo Antão, reiterou hoje a necessidade da corporação ser dotada de uma ambulância para auxiliar no transporte de acidentados.

Os bombeiros voluntários têm estado a braços com o problema de transporte de sinistrados, já que não dispõe de uma ambulância, segundo uma fonte desta corporação, que diz que, nem sempre as ambulâncias da delegacia de saúde atendem, atempadamente, às solicitações, quando há necessidade de transportar pessoas vítimas de acidentes ao centro de saúde.

O próprio comandante do Corpo dos Bombeiros Voluntários do Porto Novo, Balbino Gomes, já, por algumas vezes, pediu afectação de uma ambulância à corporação, para melhorar a sua capacidade de resposta às solicitações dos munícipes, alertando que as ambulâncias dos serviços de saúde, muitas vezes, não atendem ou demoram a atender os pedidos dos bombeiros.

Em relação à reivindicação dos bombeiros, a edilidade porto-novense informou à Inforpress, que está “a trabalhar para adquirir” uma ambulância, que ficará, exclusivamente, ao serviço da protecção civil.

Para 2021, a edilidade tem inscrito no seu orçamento mais de cinco mil contos para o reforço da capacidade técnica e institucional dos bombeiros e aquisição de equipamentos para a instituição.

Opinião