Autárquicas 2020: Odailson Bandeira acredita na “mais profunda mudança política em Ribeira Grande, desde as eleições de 13 de Janeiro de 1990”

Autárquicas 2020: Odailson Bandeira acredita na “mais profunda mudança política em Ribeira Grande, desde as eleições de 13 de Janeiro de 1990”

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

O deputado nacional do PAICV, eleito por Santo Antão, Odailson Bandeira e candidato à Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santo Antão, acredita que a sua equipa “competente, comprometida e inovadora”, poderá fazer uma profunda mudança em Ribeira Grande, caso os ribeira-grandenses darem um grito de revolta nas eleições autárquicas que se avizinha.

Odailson Bandeira é um jovem deputado natural da Freguesia de Santo Crucifixo, que assume uma paixão pela sua ilha Santo Antão, particularmente e seu município, Ribeira Grande de Santo Antão. A vontade de ver prosperar o seu município moveu-lhe para aceitar a proposta desafiadora do seu partido, PAICV, de candidatar à presidência da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santo Antão.

Na entrevista exclusiva ao Santo Antão News, o engenheiro agrónomo mostrou-se confiante, determinado na sua candidatura e na sua equipa que considera “forte, competente, comprometida, inovadora”. Bandeira acredita na força da juventude e no cruzamento de experiências para obter melhores resultados para seu Município.

O candidato acredita, em absoluto, nas potencialidades e no desenvolvimento sustentável de Ribeira Grande por isso apela a população a aproveitarem das eleições autárquicas de 2020, para “darem um grito de revolta, se libertarem do clima de medo e de receio instalados, de modo a provocarem uma verdadeira, real e oportuna mudança de liderança, de gestão, de visão e de paradigmas.

Odailson Bandeira que disputa a presidência da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santo Antão com o economista Paulino Dias candidato pelo grupo independente MUDAR, admite estar a trabalhar um projeto “ambicioso e visionário”, cujo propósito é elevar Ribeira Grande para um patamar muito mais elevado de desenvolvimento. “Queremos uma Ribeira Grande moderna, inclusiva e com muito mais oportunidades para todos os seus filhos”.

Bandeira considera que é tempo de mudança da liderança, da visão e das estratégias de desenvolvimento do Município, tempo de buscar novos caminhos, tempo de construir um futuro muito melhor para todos.

O jovem candidato considera o desemprego, a saída desenfreada da população jovem do nosso município, o encravamento das comunidades, a habitação social (uma vez que as demandas são cada vez maiores), a iluminação pública, o saneamento básico e a degradação ambiental, os problemas “mais candentes” deste município, logo as grandes prioridades para a sua candidatura.

Para tal desiderato, a aposta será, fundamentalmente, o agro negócio (agricultura, pecuária e transformação agro-alimentar), a pesca, o turismo, a habitação social, a educação e a formação profissional.

Questionado sobre as razões para os ribeira-grandenses apostar na sua candidatura, o deputado assegura que esta população tem todos os motivos para fazer uma mudança e uma alternância política no nosso município.

“Com toda a humildade, mas também cheio de confiança, acredito que com o conhecimento e vivências reais e substantivas que temos do município, aliadas à nossa visão de desenvolvimento para o mesmo, que brevemente será partilhada com todos, gerida por uma equipa camarária, igualmente conhecedora do concelho e competente, com a experiência da gestão do País que adquirimos através da acção parlamentar, associada à minha formação técnica e cientifica no domínio da agricultura, dizia, é minha crença que nós somos a aposta necessária e acertada”, assegurou o candidato valorando a sua equipa.

O deputado do Partido Africano para Independência para Cabo Verde reconhece alguns avanços no município, nomeadamente no sector das infraestruturas rodoviárias e hidroagrícolas, electrificação e energia, água e saneamento (ligações domiciliárias e casas de banho), turismo rural, habitação e educação, mas defende que poderia estar num patamar “muito melhor de desenvolvimento”, principalmente a nível económico e de qualidade de vida, dado às potencialidades existentes na nossa ilha e no município.

Ao SAN, Bandeira adiantou que já é tempo de mudar e ultrapassar de vez o actual modelo baseado na “política a retalho e de tapa buracos, que já vem do século passado”. “Precisamos de uma perspectiva de conjunto e de uma visão de futuro. Precisamos acelerar o ritmo de desenvolvimento”, remata.

Em jeito de conclusão, o candidato Odailson Bandeira desafia os eleitores a “mudar” Ribeira Grande para que juntos possam realizar o grande sonho que é de “fazer da Ribeira Grande, GRANDE”.

“Esta é a oportunidade de mudarmos de liderança, de equipa e de políticas”, finaliza.

Opinião

Fechar