Aposta na recolha e armazenamento de pasto traz segurança aos criadores nas zonas altas

Aposta na recolha e armazenamento de pasto traz segurança aos criadores nas zonas altas

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email

Os criadores de gado nas zonas altas do Porto Novo, Santo Antão, contemplados nos últimos tempos com projectos de recolha e armazenamento do pasto, realçam a importância desta iniciativa que tem permitido “segurança” à classe, nesta altura.

No Planalto Norte, graças ao programa sobre a agro-ecologia das áreas protegidas em Santo Antão, os criadores de gado foram contemplados com projectos de recolha e armazenamento do pasto, que têm possibilitado alguma disponibilidade de pasto neste momento, em que as espécies forrageiras começam a escassear-se e o preço de ração tende a aumentar.

A associação local dos criadores de gado enaltece a importância da conservação do pasto nessas zonas, uma iniciativa que traz “vantagens” a esta classe, que, ao contrário dos anos anteriores, encara os próximos meses, que antecedem as chuvas, com alguma tranquilidade.

Os criadores em Lagoa do Planalto Leste beneficiaram, igualmente, de projectos de recolha e armazenamento do pasto, permitindo, também, alguma disponibilidade de pasto para os próximos tempos, dando, uma certa garantia aos criadores nesta altura do ano, explicou o porta-voz Nilton Santos.

O projecto sobre a agro-ecologia nas áreas protegidas em Cabo Verde, promovido pela Associação dos Amigos da Natureza e do Centro de Estudos Rurais e Agricultura Internacional (Espanha), tem exortado os criadores de gado no Porto Novo a apostarem na conservação de pasto, por se tratar de “um pilar fundamental” na resiliência das comunidades, cuja sobrevivência depende da pecuária.

Fonte: Inforpress

Opinião